0

Controle sua mente



Há um tempo atrás, não me lembro precisamente quanto tempo, eu fiz por alguns meses, aulas de yoga. Nessas aulas eu aprendi coisas que iam muito além de meras posições acrobática. Engraçado porque, quando se fala de yoga, a gente logo pensa naquelas posições loucas que adoraríamos executar. Claro, é bastante gratificante e confortável para o corpo, poder realizá-las. 

Mas o que eu mais gostei do pouco tempo que fiz yoga, a melhor coisa que me ensinaram lá, foi sobre a mente. Eu aprendi nas aulas de yoga que a mente, é o nosso principal perigo na vida. Está tudo nela. Na mente e nos pensamentos: a forma que me sinto, a felicidade que sinto, minha tristeza e minhas insatisfações. 

Durante toda a vida, deixamos a mente correr solta, de forma aleatória e tentamos controlar o mundo externo. Quando o correto era controlar nossas mentes e deixar o mundo externo correr, naturalmente, porque a bem da verdade, não podemos ter controle sobre ele. E mesmo aquilo que podemos realizar e mudar, parece continuar o mesmo, quando a mente permanece a mesma. 

Não adianta você mudar de casa, mudar de emprego, mudar de namorado.... Quem já conseguiu realizar  tais mudanças de forma forçada, com intuito de mudar de vida, de se sentir mais feliz e melhor, percebeu que as coisas no fundo, continuaram as mesmas. E com a realização dos projetos que você julgava necessário para ser mais feliz, surgiram novas necessidades para você conseguir se sentir satisfeito e com isso, necessidade de alcançar novos projetos. Tentamos mudar nosso jeito, tentamos mudar nossa casa e até tentamos mudar as pessoas que conhecemos e amamos. 

E a gente segue a vida, tentando modificar todo o mundo ao nosso redor. Algumas pessoas acreditam piamente que precisam modificar algo no mundo, alcançar determinado objetivo, para ser alguém e se sentir feliz. E vivem toda uma vida de insatisfação. Porque compram carros e continuam as mesmas. Porque compram casas e continuam as mesmas. Fazem fama, fazem sucesso, mas se matam, em uma madrugada fria, cheios de drogas ou de remédios. 

Quando você deixa sua mente dominar, você nunca é feliz. Porque a mente é infinita. Não importa seus sentimentos, não importa que você esteja ao lado do amor de sua vida, sua mente, por pura obrigação, lhe mostrará várias faces da vida. Ela vai querer sempre, nunca estar onde você está agora. Ela sempre pensa no passado, ou no futuro. E é por isso que, pessoas controladas por suas mentes, geralmente precisam perder seus entes queridos para lhe dar o devido valor, porque assim, podem pensar neles finalmente, no passado ou no futuro. Se seu café está muito quente, a mente pensa: esse café poderia estar mais frio. Se você está abraçando sua mulher, ela pensa: não se anime, você tem muitas contas pra pagar amanhã.
A mente descontrolada nunca deixará você gozar o presente, porque quando você goza o presente, você não precisa usar a mente, apenas sentir, usar seus sentidos, você precisa apenas desaparecer. A mente não quer que você desapareça na paz. Ela cria insatisfações e sussurra no seu ouvido que se você ficar em paz, sua vida perderá o sentido. 

E a gente vive no passado ou no futuro, mas nunca o presente. Não enxergamos a beleza da nossa família. Precisamos perder as pessoas para poder pensar nelas no passado  e reconhecer o seu valor no nosso coração. 

Mas a mente tem um imenso poder. Os pensamentos até podem definir nosso destino: você é aquilo que você pensa. Então, não pense que é tarefa fácil. Mesmo depois que eu tive consciência que minha mente precisava ser controlada senão ela poderia me destruir, mesmo assim, mesmo tendo a consciência, eu venho sendo por ela controlada diariamente. 

Depois que saí da yoga, tomei várias decisões erradas, por puramente, ouvir minha mente, acreditar no momento. Eu estava com minha mãe, e lá estava a minha mente a reclamar. Eu saí de casa e lá estava minha mente chorando de saudades dela e abraçando os cobertores de medo da minha vida sem a presença dela. 

Apesar de tudo, sei que vou cometer muitos erros, por não ter controle da minha mente. Por não saber temer meus sentimentos e por não saber colocar ordem na minha cabeça. A mente é como uma casa: deve ser organizada, deve estar submissa ao seu controle, senão, ela vira uma bagunça e sua vida fica toda atrapalhada. 

O bom de tudo isso, é que eu aprendi a curtir o momento. Até quando eu lavo um prato, eu consigo sentir a sensação agradável da água gelada esfriando meus nervos e acalmando meu coração, muito diferente de um tempo atrás, que eu lavava prato e comia pensando nas contas, naquilo que eu acho que nunca vou conseguir fazer, ou naquela discussão que perdi. Eu apenas sinto a água. Se alguém faz um café, eu fecho os olhos e sinto o cheiro e as vezes lembro dos bolinhos que minha mãe fazia quando eu era criança. 

Se alguém me fala, eu ouço e observo a forma que ela pisca os olhos. E por um momento eu sou aquele que me fala. 

Eu lembro que meu professor de yoga me disse no meu primeiro dia de aula: Quando você tentar controlar sua mente, ela vai se recusar ser dominada. Eu direi pra você não pensar em nada e ela te dirá que isso é impossível e lembrará você da luz que você esqueceu acesa em casa e que você deve levantar mais cedo amanhã pra não perder horário no médico. Ela vai lembrar de episódios que você viu na televisão há 5 anos atrás e até de uma frase do Chapolin Colorado. Quando eu mandar você fazer uma posição de yoga difícil, ela lembrará você da sua frágil condição humana e que você não tem elasticidade suficiente e nem idade pra fazer essas estripulias.  Não a ouça e seja paciente toda vez que você perder a luta pra ela. Tente, tente. Passe a vida tentando. Mas mostre pra ela, quem é que manda!

E quando eu terminei esse texto, começou a tocar uma música que começa com uma criança a dizer uma frase: "É perigoso despertar as pessoas de seus sonhos (..) De olhos fechados elas tentam enganar seus corações, fugindo sempre para outra direção!".

Acho que combinou demais com que eu estava escrevendo. Isso acontece quando a gente presta atenção no presente: percebemos que a vida conversa com a gente e que tudo no universo se encaixa. Cada palavra que se ouve tem um propósito pra cada momento. Cada canção, cada olhar e cada gesto. Basta viver o presente, prestar atenção nas pessoas a sua frente e ouvir o mundo. Lá fora um pássaro grita por sua atenção todos os dias e se você não ficar tão distraído com os próprios pensamentos, perceberá que Deus criou um mundo lindo, cheio de respostas pra você, cheio de pessoas pra você. Cheio de saídas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: Caso tenha blog, deixe o endereço do link sempre que comentar. Assim, todos os outros leitores curiosos podem visitar sua página.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Quando você comenta, me deixa muito feliz! Sua opinião é muito importante.
Tanto que vou até cantar uma canção: Você é lindo (a), mais que demais, você é lindo (a) sim, onda do mar.... (lá, lá, lá, láaaaaaa)

Pin It button on image hover